POETAS DO BRASIL

Blog para divulgar poetas brasileiros e estrangeiros que têm participado das atividades do Congresso Brasileiro de Poesia, realizado anualmente na cidade de Bento Gonçalves/RS, sempre na primeira semana de outubro

sexta-feira, abril 09, 2010

HERALDA VICTOR — Escritora Catarinense, nascida em Araranguá, Poetisa /Atriz/ Declamadora. Pedagoga / Alfabetizadora/ Latu-Sensu Fundamentos Educacionais / Apoio Técnico / Pedagógico; Membro Fundador / Diretora Financeira da Academia Catarinense de Letras e Artes - Cadeira Nº 14; Membro Efetivo / Vice-Presidente do Grupo de Poetas Livres; Diretora Social da Associação Literária Florianopolitana; Mestre de Cerimônia; Declamadora em Abertura de Palestras, Recitais, Conferências, Cerimoniais, Congressos e Feiras de Livros. Participação em Vinhetas e Programas de Rádio; Locutora do Hino “AKÁTHISTÓS” realizado na Catedral Metropolitana de Florianópolis/SC. Narradora de Histórias / CD Vivendo e Aprendendo/ Jornal Missão Jovem; Participação nos Projetos Literários: Viajando com Poesia; Poesia na praça; O Escritor e sua Obra; Doce Poema.
Obras: Quando as Estrelas Mudam de Lugar 2ª Edição; Travessia de Ilusões - O amor pede passagem para a poesia; Nos Degraus do Silêncio - Suaves versos que a vida declama; Atrás de um Pôr- do- Sol - O Amor Resplandece em Versos.
Publicações: Terceira; Quarta; Quinta Antologias do G. Poetas Livres; Antologia - Os mais belos Poemas de Amor /RJ; Antologia Câmara Brasileira de Jovens Escritores/RJ; Antologia dos Poetas Brasileiros Contemporâneos; Antologia dos Jovens Escritores/ RJ; III Antologia Portal CEN-CÁ ENTRE NÓS; Antologia Murmúrios de Araranguá, Poeta Mostra a Tua Cara, volume 6. Publicações em Revistas e Jornais.

AQUELES OLHOS NEGROS

© HERALDA VICTOR

Aqueles olhos negros como a noite,
Carregados de mistério e incertezasPerpassam desnudando a minha alma
Repousam em silêncio no meu corpo.

Aqueles olhos negros como as sombras
Desvendam meus desejos mais secretos
Alimentando de carícias minha pele,
Seqüestram no pensar o meu sossego.

Aqueles olhos negros cintilantes
Encantam as meninas dos meus olhos
Num bailado sedutor e envolvente.

Aqueles olhos negros atrevidos
Possuem o que nenhum olhar consegue:
Ater minha atenção no seu sorriso,
Desejando o belo só em mim...

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial