POETAS DO BRASIL

Blog para divulgar poetas brasileiros e estrangeiros que têm participado das atividades do Congresso Brasileiro de Poesia, realizado anualmente na cidade de Bento Gonçalves/RS, sempre na primeira semana de outubro

terça-feira, fevereiro 17, 2009

ANA MARI TEDESCHI — Ana Mari Tedeschi nasceu em 1950, em Bento Gonçalves,RS. É descendente de imigrantes Trentino-Friulanos e reside em Porto Alegre desde 1990. Filha de Antonio Francisco e Utilia Romana Di Bernardo Tedeschi, é enfermeira, sanitarista, com seis pós-graduações na área da Saúde Pública, Mental e da Administração (em saúde), no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Itália. É funcionária titular da Secretaria Estadual da Saúde e do Meio Ambiente. Foi professora titular da UCS, 1975/77. Enfermeira-chefe do Posto de Saúde de Bento Gonçalves (1975-88), foi uma das fundadoras da Escola Técnicos de Enfermagem do Hospital Tachini e professora de seis disciplinas por 8 anos. Foi, também, uma das fundadoras do Hospital Regional Psiquiátrico Dr. Walter Galássi, em Bento Gonçalves. É professora de Yoga, em Porto Alegre, desde 1996 e integrante da Universidade Holística Internacional, desde 1991.
Na área artística, possui diversas premiações em poesia e música, entre elas o Expoesia/96 (1º lugar) e por três vezes, obteve o 3º lugar no Concurso Mundial de Poesia, na Bélgica. Fez parte das Coletâneas: “Poeta, mostra a tua cara”, “Mercopoema” e “Gente da Casa”. Colaborou com os jornais literários: Garatuja, Jornal das Letras, Artes e Ciências do RS e Jornal Trinta Dias de Cultura, da Secretaria Estadual da Cultura. Obteve o 3º lugar no Concurso Internacional de Poesia e Canção em Portovenere (Itália, 2000), com “Mazzolino” e “L’Incontro” (letra e música) e Menção Honrosa no Festival Internacional Oscar Della Musica-Composição em Anzio (Roma,2001), com “L’Imponderabile” (letra e música).
Atuou, como soprano no coral Bento-Gonçalvense e no Coral do Instituto Cultural de Inglês de Porto Alegre. Declamadora e vocalista do CTG Laço Velho, de Bento Gonçalves. Colaboradora no Programa Radiofônico de Cultura Italiana, Rádio Viva de Bento Gonçalves. Na área musical, possui nove gravações em CD e disco, selecionadas no Festival da Cultura Italiana de Serafina Corrêa (Cantoria Italiana), obtendo por três vezes o 2º lugar. Pertence à Casa do Poeta Rio-Grandense e ao Círculo Italiano, de Bento Gonçalves É de sua autoria a canção (letra e música) Paradiso Delle Valli, em homenagem à sua cidade natal, além dos hinos do Coral Vale dos Vinhedos e do Hospital Tachini
Representou o Brasil no Congresso dos Friulanos no Mundo, em Trieste, Friuli-Itália. Foi a primeira descendente de imigrantes a retornar ao Friuli, após cento e dez anos de imigração Italiana, no RS e a participar do Congresso dos Friulanos no Mundo, em 1985.


Vale


© ANA MARI TEDESCHI

Sol evidencia sombras, solados gastos nas pedras,
necroses na linfa das horas sobre degraus,
convívio com odres, odores maduros a dilatar narinas,
neblinas, granizos nos telhados, goteiras da noite.
Caminhos pontilhados de capitéis, chaminés, sinos,
por perto, toda a extensão do rio de pontes longas
e antigas pedras acomodadas, nuas.
Noites quentes de mosquitos
liberam raposas nos galinheiros, ratos nos porões.
Estrelas limpas adormecem cansaços, mugidos,
dias correm, entortam vértebras, gastam articulações,
deixam escapar o tempo, tal ovelhas mansas, disfarçadas.
Videiras enchem de cachos, exalam, embriagam,
o povo canta com tabuleiros e fornos cheios.
Velhos fogões queimam lenha de angico e nós-de-pinho,
aquecem casas sem grades, de jardins na entrada.
No vale, tudo se pertence
nonos, filhos, retratos, tumbas, berços, semeaduras,
a timidez natural vem junto da persistência,
da insegurança implícita das colheitas não imediatas.
Mulheres amamentam, ordenham, guardam roupas,
potes de geléias
e fornadas de pão em cestas de vimes brancas.
O sol evidencia o vale contínuo, a vida toda.
As noites trazem as manhãs.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial