POETAS DO BRASIL

Blog para divulgar poetas brasileiros e estrangeiros que têm participado das atividades do Congresso Brasileiro de Poesia, realizado anualmente na cidade de Bento Gonçalves/RS, sempre na primeira semana de outubro

segunda-feira, março 29, 2010

DETH HAAKAos dezessete dias do mês de Janeiro de 1959, nasce em Armação dos Búzios Município do Rio de Janeiro Odete Pereira Alves segunda dos quatro filhos. Em meio a uma tempestade onde a lua cheia se escondeu para dar lugar aos relâmpagos que riscavam aquele céu saudando a ventania que soprava Leste. Filha de Manoel Custódio Alves, um humilde pescador e de Maria Julia Pereira Alves, mulher que do sonhar se esquivou... Aos cinco anos deixa a aldeia de pescadores como se a navegar outros mares a família vai à busca de outro porto para ancorar no futuro o que o passado lhes negara...
Aos cinco anos alfabetizada pelo seu pai que possuía a terceira série primária matricula-se na Escola Publica Pandiá Calógeras SG.RJ. E o presente fez-se calmaria abrandando o escarcéu, da curiosidade da então menina, que incentivada pelos educadores de então alça vôos com os livros que lia. Desperta a ousadia, e parte para o Grêmio Estudantil, fincando nesse solo a bandeira da “PALAVRA” Oradora nata, e POETA. Constrói discursos pautados na Liberdade e Igualdade.
Dedica-se a Poesia de inclusão, escreve , recita educa através das mesmas, levando- a áreas carentes. É da União das Mulheres de Natal, Conselho Comunitário da Vila de Ponta Negra, Preservação da Natureza SOSPONTANEGRA. Coletivo Leila Diniz, UNEGRO Brasil Sem Aborto Núcleo Rio Grande do Norte, Protagonista da Paz trabalho Comunitário com 68 adolescentes de risco. Oradora Oficial da Capoeira Arte e Vida que congraça 1500 capoeiristas pela inclusão Social. Filiada a Sociedade dos Poetas Vivos e Afins- RN dedicando-se a difusão da Poesia na terra de tantos poetas, com outro propósito, levar essa arte aquém disto dela não aprendeu a sonhar.
Incentivada pelo seu filho começa a publicar na Internet, Poesias e através do mundo virtual em contato com os Poetas trocando conhecimento com o Brasil e Mundo.

VOANDO VERSO...

© DETH HAAK

A ordem partiu da Deusa do vento
Flanar partículas de versos risonhos
Pelas nuvens margeadas de encanto
E voejar o platinado céu dos sonhos...

Divisando nas balizas do horizonte
O sagrar das trilhas nos pergaminhos
Que pelas linhas cintiladas do instante
Sopram esquinas voláteis e moinhos...

Adejando versos, consagrando cantos
Pelo quadrante universal de um mote
Esboçado na seara dos quantos
Descritos, envoltos em chamalote...

Voar no outono, que o verso é prece
E sana a dor do olhar tristonho
Secando pranto ao lenço se parece,
Folhosa brisa recitando entresonho...

Forjando rimas as pétalas das flores
Flamejam espargindo homilias e lôas
Embrenhadas no sonhar de amores
E como a orla vai lambendo as proas...

Incite o barlavento, desafiando mar
Propale ao ser poeta versejar ao vento
E enamorando o enlevo do valsar amar,
Adeje as fases da lua, e leste o intento.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial