POETAS DO BRASIL

Blog para divulgar poetas brasileiros e estrangeiros que têm participado das atividades do Congresso Brasileiro de Poesia, realizado anualmente na cidade de Bento Gonçalves/RS, sempre na primeira semana de outubro

quinta-feira, março 25, 2010

JOÃO JOSÉ OLIVEIRA GONÇALVES – JJotaPoeta – é natural de Bagé/RS. Filho de José Faustino Gonçalves da Silva e de Adelaide Oliveira Gonçalves. Cursou o Primário no então Grupo Escolar “15 de Novembro” e Ginásio e Científico no então Colégio Estadual de Bagé – hoje. “Dr. Carlos Klwve”. Mora em Porto Alegre/RS, desde dezembro/1965, onde Cursou Letras e Comunicação Social/Jornalismo – ambos na PUCRGS. Lecionou Português e Literatura em várias escolas do magistério público estadual, na Capital gaúcha. Desde menino, sentiu-se atraído pelo encantamento das Letras e vem, desde lá, seu gosto pela leitura e pelo ato gostoso e difícil de escrever.
Amante da Mãe-Natureza e dos irmãos-animais, fascinado por São Francisco de Assis e pelas trilhas do Xamanismo. Poeta e prosador, ensaísta e palestrante, detém diversos troféus, medalhas e diplomas – conquistados em certames literários nacionais e internacionais.
Outrora, fazia parte de diversas entidades literárias e academias, das quais retirou-se, paulatinamente, decepcionado com as vaidades, as brigas pelo poder, as ambições desmedidas e as invejas deletérias que estão sempre de plantão...
Hoje, faz parte apenas do Grêmio Literário “Castro Alves” – Porto Alegre/RS – e da Confraria Artistas e Poetas pela Paz/CAPPAZ – fundada, em Porto Alegre/RS, em 09 de abril/2008, da qual foi seu primeiro Presidente Nacional e é, atualmente, seu Presidente de Honra.

EU? ANDO POR AQUI...

© JOÃO JOSÉ OLIVEIRA GONÇALVES

Eu? Ando por aqui... Sou descaminhos
O passo hesitante... quase ausente!
Me encantam os flautins dos passarinhos:
Acordes do Bom Deus – Onipotente!

A Dor me aliviam dos Espinhos
Que põem o coração triste e descrente!
São Cânticos de Paz... Doces carinhos:
São Bálsamos de Luz à Alma impotente!

É assim que sobrevivo a esta Babel
De violência, inveja e ambição
Cumprindo a contra-gosto meu Papel!

Quimera alimentei... Perdi a Razão
Por que esta Cicuta em vez de Mel
Por que Amar (em vão!) uma Ilusão?

5 Comentários:

Anonymous Yna Beta disse...

Como não poderia deixar de ser de outra maneira,em se tratado do JJPoeta,cada letra,cada verso,cada poema,é um cântico à beleza...
Parabéns, amigo.
Que Deus te ilumine sempre...

1:44 AM  
Blogger Janda disse...

JJ Poet@, meu grande amigo gaúcho, é um dos maiores poetas da internet. As palavras brotam, borbulhantes em sua cabeça ou no coração e são passadas para o pc ou um papel que esteja perto. Parabenizo meu grande amigo e digo que foi uma honra encontrá-lo na vida virtual,que em breve será real. Besos Janda

10:25 PM  
Anonymous Anônimo disse...

Tive a honra de ser aluno do Professor J.J. nos anos de 1990. O considero como um dos meus melhores mestres e gostaria de parabenizar por seu trabalho.
Anderson D´Onofrio França

9:28 PM  
Anonymous Anônimo disse...

Pois, emocionado e feliz, agradeço à amiga carioca Yna, à amiga mineira Jandyra e ao meu ex-aluno Anderson, (do qual me lembro perfeitamente bem, como se eu ainda estivéssemos na sala de aula), as palavras amáveis e os elogios generosos que teceram sobre minha pessoa e meus fazer poético, neste espaço!
Com franciscano abraço - sempre!
JJotaPoet@!
Porto Alegre/RS.

11:41 PM  
Blogger Carlos Francil disse...

Tive a oportunidade de ser aluno do professor JJ. Grande profissional e grande pessoa!

12:29 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial