POETAS DO BRASIL

Blog para divulgar poetas brasileiros e estrangeiros que têm participado das atividades do Congresso Brasileiro de Poesia, realizado anualmente na cidade de Bento Gonçalves/RS, sempre na primeira semana de outubro

segunda-feira, abril 12, 2010

CLAUDETE SILVEIRA — Filha de Avelino da Silveira e Devercina Assis da Silveira, nascida no município de Santa Cruz do Sul em 13/12/1956. Desquitada, 4 filhos, 3 netos (até 2008). Professora Estadual concursada em Língua Portuguesa atuando na rede pública há 25 anos. Primeiro emprego e num período de 3 anos ainda, enquanto concluía faculdade, foi no comércio. Sindicalista durante 20 anos. Escrevo desde menina, infelizmente perdi meus rabiscos em uma mudança. Recomecei e hoje estou publicando em sites, comunidades e agora participando dessa linda antologia. Poetar é um dom. Escrevo porque gosto. Meus poemas sou eu, meus sonhos, meus devaneios.

ASSIM... SOU ASSIM

© CLAUDETE SILVEIRA

Que você me queira assim
Exatamente como eu sou
Por horas, liberta e atrevida.
Às vezes até incontida
De repente insana, mundana,
Desmedida.
Tristonha muitas vezes
Por males dessa vida
Mas feliz, sorridente,
Na maioria das vezes
Para ver-te contente.
De vez em quando mal-criada,
Estressada.
Em outras um doce de educada,
Amada.
De quando em vez silenciosa
Ociosa
Outrora, agitada,
Gata assanhada, desvairada...
Que você me queira assim
Queria estar perto de mim
Queira-me menina-amante-mulher
Só não queira mudar nada em mim.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial