POETAS DO BRASIL

Blog para divulgar poetas brasileiros e estrangeiros que têm participado das atividades do Congresso Brasileiro de Poesia, realizado anualmente na cidade de Bento Gonçalves/RS, sempre na primeira semana de outubro

domingo, abril 11, 2010

LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA CERQUEIRA — Nascido no dia 28/01/1935 em Monte Serrat, município de Comendador Levy Gasparian, Rio de Janeiro. Premiado em pintura, crônica e poesia, publicou “Solidão das Horas” (1990), “Além da Curva, a Saudade” (1997) e “Quando Houver Nunca Mais” (2002). Participa de 14 antologias poéticas. Verbete no “Dicionário Bibliográfico de Escritores Contemporâneos”, de Adrião Neto; na “Enciclopédia de Literatura Brasileira”, de Afrânio Coutinho e J. Galante; no “Dicionário de Escritores de Brasília”, de Napoleão Valadares; na “História da Literatura Brasiliense”, de Luiz Carlos G. da Costra; em “Literatura: de Homero à Contemporaneidade”, de Ronaldo Alves Mousinho. É membro das seguintes entidades: Instituto de Poesia Internacional, Instituto Histórico e Geográfico do Distrito Federal, Academia de Letras e Música do Brasil, Academia de Trovadores do DF, Academia Internacional de Cultura; Instituto Cultural do Vale Caririense (CE), Associação Nacional de Escritores, Associação Filatélica e Numismática de Brasília. Associação Filatélica e Numismática de Santa Catarina, Sociedade Philatélica Paulista e Associação de Cartofilia do Rio de Janeiro. É presidente da Casa do Poeta Brasileiro, Seção DF.

POEMA OP. 79, Nº 15

© LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA CERQUEIRA

Pela manhã, bem cedo, pela manhã
queria abrir a janela do meu dia
e beber um copo de sol nascente.

Pela tarde, bem pela tardinha,
queria fechar a porta do meu dia
e curtir o crepúsculo da sua ausência.

E, quando fizesse noite alta, noite sem lua,
queria descer o cortinado dos meus sonhos
e beijar o seu abraço, morder o seu destino,
buscando-a na saudade da sua presença,
bebendo um copo do seu sorriso.

4 Comentários:

Blogger CARLOS DA CRUZ LOMA disse...

Quem fostes tu
Maria de Lourdes Reis
Entre todos os poetas
Nacionais?

Eu testemunhei teu passado
Honroso e dignificado
Como fundadora da POEBRAS-DF
Como seu Secretário.

Felicidades póstumas oh! Poetisa
Glorificada!

Pedro Alves Vieira amigo de Nelson Faccneli que também está no passado
Como Poeta experimentado. 6/05/2011

4:47 PM  
Blogger CARLOS DA CRUZ LOMA disse...

Estou aqui pensando muito
Em nossos tempos sagrados
Com muitos confrades,
Alguns deles maravilhados com
Os anjos celestiais, Jeorge Kalume,
Cícero Penteado, Guiomar Travasso
Chianca cheias de orgulhos
De terem vividos neste mundo
E cantado com as letras
Metrificadas...
Pedro Vieira, ex-Secretário da POEBRAS-DF -7/5/2011

4:54 PM  
Blogger CARLOS DA CRUZ LOMA disse...

Ai que saudade de tudo
E da nossa liberdade
Na força de Maria de Lourdes Reis
Cheia de felicidades!

Autoras de vários livros
De rimas e graciosidade
Ela viveu sorridente
Para nossa amizade!

E agora estou aqui em FSA
Lembrando-me de seus encantos
Que deixaram em Brasília
Por todos os lugares e cantos!

Pedro Vieira -6/5/2011

5:00 PM  
Blogger CARLOS DA CRUZ LOMA disse...

Bem, Luiz Carlos de Oliveira Cerqueira, gostaria de saber se esta POEBRAS-DF é a mesma que foi fundada pela poetisa Maria de Lourdes Reis nos idos de 1970?
De qualquer maneira, meus parabéns pela força de teus talentos à frente de tão rica casa da poesia!

Pedro A.Vieira

5:08 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial