POETAS DO BRASIL

Blog para divulgar poetas brasileiros e estrangeiros que têm participado das atividades do Congresso Brasileiro de Poesia, realizado anualmente na cidade de Bento Gonçalves/RS, sempre na primeira semana de outubro

segunda-feira, março 29, 2010

PAULO ROBERTO KARAM — Nasceu em Curitiba, Paraná, em 12 de fevereiro de 1941, filho de José Karam e de Lilie Karam. Cursou o curso de História Natural na Universidade Federal do Paraná, licenciatura plena, o que lhe permitiu lecionar Ciências no Primeiro Grau e Biologia no Segundo, tendo se aposentado do Magistério na Rede Estadual de Educação, em 1996. Desde 1986 empreende pesquisa literária no gênero de Poesia, partindo de poetas do Paraná e atualmente abrangendo poesia em língua neo-latina, com exceção do romeno. As poesias que fez são anteriores a 1971, representando suas aspirações de adolescente. Casou-se com Terezinha Isufina Corrêa e têm três filhos, com formação universitária e oito netos. Pertence ao Centro de Letras do Paraná e à Academia Paranaense da Poesia, onde ocupa a cadeira número 36, patrono Raul Faria.

PESADELO

© PAULO ROBERTO KARAM

O frio das estepes me invade,
e minha alma se enregela,
e eu em busca da claridade
e do calor que me vem dela.

Ando pela estepe infinita – vagando
não sei por onde vou, talvez,
ao sabor do vento, cavalgando
como um fantasma chinês.

E como um cavaleiro quirquiz
ergo minha tenda no Altai
esperando quem já me quis.

A estepe é uma vida insane,
onde me acho a vagar. Infeliz,
em busca de uma sombra que me ame.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial