POETAS DO BRASIL

Blog para divulgar poetas brasileiros e estrangeiros que têm participado das atividades do Congresso Brasileiro de Poesia, realizado anualmente na cidade de Bento Gonçalves/RS, sempre na primeira semana de outubro

segunda-feira, março 29, 2010

JORGE MIRANDA — Nasceu em Belo Horizonte, onde vive atualmente. Estudante da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais, onde desenvolve paralelamente estudos sobre Literatura Brasileira e Poesia Marginal. Começou a escrever os primeiros poemas na adolescência, embora hoje se considere um “anti-poeta”. Apesar de transitar entre gêneros e escolas diversas, sua poesia é fortemente marcada por um questionamento sobre a palavra e a sobre a vida, tratando-as como coisas indistintas numa certa “metalinguagem da existência”.
SONETO AO INEXPRIMÍVEL

© JORGE MIRANDA

Vejam, bardos: este soneto é uma mentira
subjugou minha alma na cadência da prece
este ritmo mistifica, mas não esclarece
quanto mais obscurece, mais se torna lira

A dissonância do espírito, em demasia
torna-se uma ruptura, com tamanha pressa
que a alma fala, sim, fala, mas jamais se expressa
dos versos taciturnos faz-se poesia

Este verso dodecassílabo impreciso
é tão somente preciso por sua métrica
Vede: nele não há a paixão da qual preciso

Expurgados pela alma lírica profética
tão logo este nada que digo será inciso
à inacessível e inatingível forma estética

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial