POETAS DO BRASIL

Blog para divulgar poetas brasileiros e estrangeiros que têm participado das atividades do Congresso Brasileiro de Poesia, realizado anualmente na cidade de Bento Gonçalves/RS, sempre na primeira semana de outubro

quarta-feira, novembro 14, 2007

LUIZ EDMUNDO ALVES — nasceu em Vitória da Conquista, Bahia, em 21 de julho de 1959. Em 1974 mudou-se para Belo Horizonte onde formou-se em Psicologia pela FUMEC.
Já publicou Entre Outras Coisas, 1981, Metropolitano Aloucado, 1983, Sopro 1990, Na contra luz, 2002, e Fotogramas de Agosto, 2005, os dois últimos pela Anome Livros.Produziu e dirigiu LAMPEJOS, premiada série de vídeo-poemas, lançado em 1998 em Vídeo VHS e em 2006 em DVD. Mora em Belo Horizonte, onde é videomaker, "recitador" e editor do site de literatura Tanto,
www.tanto.com.br

esqueça-me

© LUIZ EDMUNDO ALVES

esqueça-me.
esqueça-me como um cheiro de ervas
um extrato de paixão ligeira, um sofá-colo.
esqueça-me como aquele que
escreve poemas nas pedras e
nas pedras colhe gloxíneas
e abandonos

esqueça-me ás 5:33

esqueça-me numa rosa de prata barata,
ou quando desejar que a semana voe,
que o pensamento voe
que nando reis cante sim e não

esqueça-me,
esqueça-me hoje que lua e
vênus suavizam atitudes.
hoje, que não mais me quer.
esqueça-me,
e guarde-me em seu esquecimento.

6 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

luiz é luzífero, menestrel, recitador, poeta às cinco e trinta e três, na contra luz do mundo, alvéssaras! s/ouzando ás, és luiz edmundo alves de souza. joaquim palmeira

11:30 AM  
Blogger Leo Lobos disse...

Felicitaciones por este proyecto de divulgación de la poesía que se hace en el Brasil de hoy. Interesante muestra que enriquece el quehacer propio y colectivo.

saludos afectuosos desde Santiago de CHILE

Leo Lobos

http://www.youtube.com/watch?v=zEMhR95vnZg

12:29 PM  
Blogger Menina do Rio disse...

Bom seria poder esquecer com hora marcada, mas guardar no esquecimento...

E entre o som do silêncio e o meu grito
mudo que não te alcança
Guarda-me na lembrança
pra que eu nunca te perca...

Hoje vim aqui através do blog de Sam e vou coloca-lo nos meus favoritos!

Beijos

1:47 PM  
Blogger SAM disse...

"esqueça-me,
esqueça-me hoje que lua e
vênus suavizam atitudes.
hoje, que não mais me quer.
esqueça-me,
e guarde-me em seu esquecimento."

Destaco estes versos maravilhososamente sentidos.

Beijos

9:34 PM  
Blogger Nome:Fabíola Weykamp disse...

Convido o senhor, quando possível, para conhecer meu blog. Adorei esse blog, assim o universo de poetas que desconheço,que boa parte está aqui, é mais fácil conhecê-los. Parabéns. E sucesso com os teus projetos, o de agora e os que virão.
Abraço.

7:25 PM  
Blogger Nome:Fabíola Weykamp disse...

Obrigada pela visita! Fiquei contente, deveras!

Ah, adicionei essa página ao meu blog, espero que não tenha problema...

Um abraço, Fabíola.

1:08 AM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial