POETAS DO BRASIL

Blog para divulgar poetas brasileiros e estrangeiros que têm participado das atividades do Congresso Brasileiro de Poesia, realizado anualmente na cidade de Bento Gonçalves/RS, sempre na primeira semana de outubro

terça-feira, dezembro 05, 2006


MANO MELOPoeta e ator, com passagem pelo cinema e pela TV, Mano chama atenção não só pela qualidade de suas poesias, mas, principalmente, pela performance que desenvolve ao lê-las. “O Lavrador de Palavras”, espetáculo homônimo a seu primeiro livro editado, abriu inúmeras portas para o poeta, alçando-o ao status de um dos mais criativos da cena carioca. Participou do grupo Ver-o-Verso com, Claufe Rodrigues, Pedro Bial e Alexandra Maia, entre outros, chegando a recitar acompanhado pela OSB, no Teatro Municipal. Lançou diversos booklets independentes nos anos 80, contribuindo ainda mais para a mitificação de poemas como "Madonna" ou "Sexo em Moscou". Participou ativamente das primeiras edições do Congresso Brasileiro de Poesia e os organizadores pretendem contar com ele em 2007.
Seu “Madonna” faz muito sucesso no Youtube, confira no seguinte endereço:
http://www.youtube.com/profile?user=vjmrs

BARCO DO TEMPO

© MANO MELO

tem sonhos que a gente quer
que quanto mais se busca mais foge
vai se derramando uma chuva ao longe
a gente pensa que está tudo nascendo
mas é só do esforço de seguir vivendo

aí vem uma luz que brilha dentro e corre
aí vem uma voz que chama dentro e morre

de tudo que a gente quer
a gente mais quer quando sente
que tudo do mundo está dentro da gente
olhamos para as cores e vemos que tudo é lindo!
é só da vontade de seguir sorrindo

aí vem uma luz que chama dentro e cresce
aí vem uma voz que acalanta e aquece
o sonho de amar que faz seguir amando
dá vento ao barco pra ir navegando

mãe linda embalava olhando as ondas
do mar encantado
o barco do tempo foi pescar noutro lado
cantou pássaro da sorte no pé de coqueiro
saudade dançou na chama do candeeiro

barco do tempo
passa no vento
barco barco do tempo
passa passa no vento

1 Comentários:

Blogger Anna D' Castro disse...

Meu querido e talentoso amigo Mano Melo, sua poesia é um balsamo de alegria e juventude em nossos corações....
Juventude sim, pois Mano Melo pode ter alguma "juventude acumulada", mas seus poemas não tem idade e nos dão uma imagem de jovialidade que habita no seu jovem e talentoso coração.
Parabéns Ademir pois este blog está sensacional.
beijos
Anna

8:50 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial